Os profissionais da beleza agora têm um banco oficial e exclusivo: o Pró-beleza bank. Foto: Divulgação

Os profissionais da beleza da nação (cabeleireiros, barbeiros, manicures, esteticistas, depiladoras, maquiadores, visagistas, consultoras de beleza e afins), cuja organização existe desde 1919, hoje comemora o lançamento do banco oficial da beleza que nasce por iniciativa do Pró-Beleza Bank e Pauá Global Bussiness Funding.

A frente do projeto, a CEO do Pró-Beleza Bank, Papilla Ribeiro, que também assumiu a direção jurídica e de compliance da associação Pró-Beleza Brasil, é a operadora financeira responsável por todas as benesses conquistadas aos profissionais, bem como a responsável pela interlocução institucional com os Governos Municipal, Estadual e Federal à implementação de convênios e outros programas para suprir as demandas do setor de beleza que possui, atualmente, segundo fontes do Sebrae Nacional, mais de um 1,2 milhões de CNPJs de microempreendedores do setor de beleza.

Os profissionais da beleza agora têm um banco oficial e exclusivo: o Pró-beleza bank. Foto: Divulgação

Segundo Márcio Michelasi, presidente das entidades Pró-Beleza Brasil e Sindicato Nacional Pró-Beleza, os membros da instituição aguardavam ansiosos poder anunciar à sociedade e à toda a categoria a implementação deste projeto incrível, cuja formalização das tratativas ocorreu em 30/09/2020, na “Casa Conceito por Mauro Freire”, projeto de arte, moda e beleza, também de criação de Papilla Ribeiro, que faz hoje parte das unidades rede de salões Jacques Janine que acabade completar, na data ontem, 11 de maio 2021, 63 anos de existência!

Michelasi, desabafando, disse a nossa redação:

– Durante anos nossa gestão vêm batendo na porta de empresas de produtos, de softwares, de fintechs e outros membros do setor tentando mostrar a viabilidade do projeto. Todavia, quando não recebíamos um “veremos o que dá pra fazer”pouco tempo depois víamos cópias idênticas dos projetos com outros nomes, o que não tem problema nenhum, mas quais os benefícios reais de todos estes projetos aos profissionais da beleza? Qual o DNA? Quem está pór trás? O que a classe ganha com eles? Enfim, precisávamos de alguém ou grupo que tivesse um olhar empático ao empreendedor parceiro, aquele que fica horas de pé cortando cabelos e fazendo a máquina girar. Com todo o respeito aos meus amigos gestores de salão de beleza, paredes e cadeiras sozinhas não atendem clientes. Hoje, os profissionais são suas marcas próprias, ensinamento dado por Papilla, a quem somos muito gratos pela confiança e consultoria jurídica e empresarial que tem nos permitido sonhar alto como instituição.

Complementando, Michelasi ainda afirma:

– Somos um sindicato de trabalhadores-empreendedores, uma figura antiga no mercado de trabalho mundial, pessoas que já levaram o nome de “sortudos”, “se viram nos 30”, “severinos”, “corajosos”, “brasileiros”, “pau pra toda obra”; logo, creio que merecemos colher os frutos deste empreendedorismos com produtos, soluções e iniciativas pensadas para uma das categorias laborais e empresariais mais prejudicadas pela pandemia! Apesar deste cenário – não quero hoje falar do “copo meio vazio” – quero destacar o olhar e o foco ao “copo transbordando” de alegria, esperança no futuro e mil planos explêndidos concedidos a nossa classe.

As contas digitais do Pró-Beleza Bank podem ser criadas pelo links:
https://probank.probeleza.org.br
https://probeleza.bfpay.com.br/criar