Nadja Haddad, que apresenta o Bake Off Brasil, abriu o jogo de como era a sua vida antes do programa da SBT.

Em entrevista ao UOL, Nadja contou que trabalhava como jornalista policial e que, em 2005, levou um tiro de uma submetralhadora.

9 Erick Jacquin passa por cirurgia e faz piada “Dia da manutenção”

Haddad, que felizmente, não sofreu muitos traumas depois, disse que o tiro foi uma renovação.

“Sempre falo que foi um tiro para a vida. Sou grata porque sobrevivi e me tornei outra pessoa depois daquele episódio”, disse a apresentadora.

Tentando vencer os traumas, a apresentadora revelou ter entrado em uma escola de tiro esportivo e ter sido apoiada por seu parceiro, Danilo Joan. “Meu marido me acompanhou, e, era exatamente o que eu precisava. No primeiro disparo, no momento em que eu estava no comando, eu consegui berrar, chorar, extravasar, respirar fundo. Falei: ‘agora eu quero seguir em frente’”, falou.

“Nunca foi algo que me provocou angústia nem perturbação. Por mais que a gente veja nos noticiários a quantidade de balas perdidas, não é comum conhecer alguém que tenha sobrevivido e possa contar a história. Tenho essa tranquilidade porque estou muito bem”, admitiu Nadja.