Mariana Martins é demitida da Record e expõe “constrangimento” e “machismo”. Foto: reprodução Instagram

A jornalista e ex-apresentadora da TV Record Mariana Martins, publicou vídeo em seu perfil no Instagram falando sobre a demissão sofrida na manhã desta terça-feira (25/5).

+ Jojo Todynho posa nua para campanha de perfume
+ Juliette fala sobre recusa para participar de clipe de Luan Santana: “Preciso ser dona de mim”
+ Ex-BBB Thaís Braz posta selfie com Xamã: “A fofoca era verdade”
+ Duda Reis posa em cachoeira durante viagem na Chapada dos Veadeiros

No vídeo a jornalista diz que foi alvo de várias “situações de constrangimento”, pressão psicológica e pressão para que ela mudasse o jeito de ser, de se vestir e de se comportar nas redes sociais.

“A pressão pela audiência não pode maltratar e nem coagir o funcionário. Eu vivi várias situações de constrangimento em que deixaram claro para mim que queriam me transformar em outra pessoa, numa pessoa que eu não sou. As situações de constrangimento, preconceito e machismo foram inúmeras”, diz Mariana.

Segundo a jornalista, em uma reunião, várias fotos suas das redes sociais foram colocadas em uma reunião constrangendo a apresentadora.

Segundo a jornalista, em uma reunião, várias fotos suas das redes sociais foram colocadas em uma reunião constrangendo a apresentadora. Foto: reprodução Instagram

A apresentadora finaliza sua mensagem deixando um recado para que outras mulheres não se deixem ser diminuídas por questões físicas e outras formas de preconceito.

“Não é esse preconceito e esse machismo que vão destruir a história que eu construí. Eu sei do meu valor e, acima de tudo, a verdade sempre prevalece. Então, mulheres, levantem a cabeça e valorizem o conteúdo, a inteligência. Não deixem que diminuam vocês nunca por questões físicas. Esse tipo de preconceito precisa acabar”
, finaliza Mariana.

De acordo com o UOL, a Record informou que “desligou a jornalista por questões profissionais”.

Mariana trabalhou por quase oito anos na TV Anhanguera, afiliada da Rede Globo em Goiás, foi contratada pela Record em março de 2019. Desde então, atuou como apresentadora da edição matutina do Balanço Geral e alega que vinha sofrendo pressões, recentemente, devido à perda de audiência.

Confira: