Juliana Paes diz que gostava de gravar cenas de incêndio em "A Força do Querer" - Novelando
  • Juliana Paes diz que gostava de gravar cenas de incêndio em “A Força do Querer”

    Juliana Paes / João Miguel Júnior/Globo



    Juliana Paes / João Miguel Júnior/Globo
    Juliana Paes / João Miguel Júnior/Globo

    Até que ponto vale a pena ir por amor? A novela “A força do querer”, que retorna ao horário das nove da Globo hoje, levanta essas e outras questões relacionadas aos limites dos nossos desejos. Juliana Paes vive Bibi, que por causa de sua paixão avassaladora por Rubinho (Emilio Dantas) começa a trilhar caminhos tortuosos até entrar na vida do crime e ganhar a alcunha de Perigosa. Ela fez revelações sobre a novela em entrevista ao EXTRA.

    — O querer das personagens sempre foi forte. Não só o do trio de protagonistas, Bibi, Jeiza (Paolla Oliveira) e Ritinha (Isis Valverde), mas o de todas as mulheres — diz Juliana, refletindo sobre as escolhas da sua: — De que adianta um querer tão forte se está subordinado a interesse escuso?

    Primeira semana de “A Força do Querer” traz fortes emoções, relembre a novela

    Saiba como terminam os personagens principais de “Fina Estampa”

    Inspirada na história real da carioca Fabiana Escobar, a polêmica personagem caiu no gosto do público, tomando uma dimensão que a atriz não esperava. Juliana, que ficou sendo chamada de Bibi por mais um ano, após o fim da novela, relembra a dificuldade de gravar numa comunidade no Rio:

    — Diferentemente do que alguns disseram na época, não queríamos glamourizar o crime, mas chegar o mais próximo da realidade. Era sempre difícil empunhar uma arma.

    A atriz está ansiosa para rever duas sequências: quando Bibi vai pela primeira vez a um baile e se encanta, e quando Sabiá (Jonathan Azevedo) diz que ela precisa matar uma pessoa. Para Juliana, esse é o momento em que cai a ficha da personagem. Algumas loucuras de Perigosa, ela entrega, eram prazerosas de gravar.

    — Toda vez que eu tinha que fazer cenas de tacar fogo era muito divertido, não vou mentir! — conta a musa.

    Por outro lado, Juliana detestava as cenas de briga:

    — Dava uma baita vontade de rir! Nunca briguei com ninguém, só com minhas irmãs, quando era criança. Nunca entrei nessa do “vou te pegar lá fora”. Sempre fui cagona. Eu sou da paz mesmo, sem trocadilhos — diverte-se a atriz, cujo último papel foi Maria da Paz, em “A dona do pedaço”.

    Em dose tripla na TV

    Após dar adeus a Maria da Paz, Juliana queria descansar sua imagem. Mas, com as edições especiais de volta à TV, a partir de hoje a atriz aparece em três novelas diferentes. Além de Bibi, ela é Carolina Castilho, em “Totalmente Demais”, e Ritinha, em “Laços de família”, seu primeiro papel.

    — Eu me senti envaidecida porque das duas uma: ou os projetos que fiz foram muito legais ou realmente não parei de trabalhar. A casa não tem mais produtos em que eu não esteja no elenco — brinca a atriz: — Em “Laços de família”, eu só sabia ser eu mesma, mas o ator serve ao personagem até quando é imaturo na profissão. Ritinha precisava ser crua, e minha inexperiência serviu de bandeja.

    arrow