Datena se revolta e polemiza após explodir durante o Brasil Urgente. Foto: Instagram

Nesta sexta- feira, 18 de setembro, Datena voltou a criticar a postura do governo Jair Bolsonaro durante o Brasil Urgente, programa que comanda nas tardes da Band.

A Fazenda 12: Jojo Todynho causa e pede óleo ungido a Edir Macedo
+ Whindersson Nunes se impressiona com resort ‘tecnológico’ no México
+ O melhor whisky do mundo é canadense! E ele custa pouco mais de R$ 200, confira
+ Demi Moore posa com Porsche antigo avaliado em R$ 1,4 milhão

O apresentador do Brasil Urgente defendeu que o governo estabelecesse um tabelamento de preços da cesta básica. Além disso, ele propôs um congelamento do preço de arroz e pediu ações mais rápidas e efetivas para que as pessoas mais pobres não sofram durante a pandemia do novo Coronavírus.

No entanto, a opinião de Datena acabou gerando controvérsias nas redes sociais. O deputado Carlos Jordy foi um dos que detonu a postura do apresentador da Band, chamando o jornalista de “comunista”.

“Datena tem a ‘solução’ para resolver o aumento do preço do arroz. Ele propõe o mesmo que Stalin, Lênin, Chavéz e Fidel: o COMUNISMO”, escreveu o deputado no Twitter/strong>

Após a onda de ataques, Datena também se manifestou sobre a polêmica e reafirmou o seu posicionamento.

“Sou contra tabelamento de preços, é verdade. Mas sou contra preços abusivos de cesta básica também. Especialmente em uma pandemia, isso é um absurdo. Controlar o preço do mínimo que a população deve consumir para se manter vivo, que é comida, aí eu sou a favor”, garantiu o apresentador da Band.