Com a chegada de Celso Zucatelli, Record decreta fim do “RJ no Ar” e rebaixa apresentadores

A Record decidiu extinguir o RJ no Ar, telejornal matinal no Rio de Janeiro e adotar o modelo que implantará em São Paulo a partir de segunda-feira (18) com a chegada do apresentadorCelso Zucatelli: acabar com o formato RJ no Ar e ampliar a duração do Balanço Geral Manhã. Com isso, alguns apresentadores foram rebaixados a auxiliares de estúdio.

• Após saída de Maju , Globo estreia nova apresentadora
• Pat Beijo, apresentadora infantil dos anos 90 esta bem diferente, confira!
• Anitta compartilha clique de topless e brinca com os seguidores: ”Só plásticas”
• Posto russo oferece combustível grátis a quem estiver de biquíni — e leva uma surpresa

Em São Paulo, Zucatelli será o titular do Balanço Geral Manhã, que será o telejornal mais longo da programação da emissora, com 3 horas e 45 minutos de duração. Bruno Peruka será de certa maneira rebaixado e atuará como assistente do novo apresentador.

Mudança semelhante ocorrerá no Rio de Janeiro. Por lá, Lívia Mendonça e Gustavo Marques, que apresenta o RJ no Ar, se unirão no comando do Balanço Geral Manhã, que irá ao ar das 6h30 às 8h55.