Atores de "Todo Mundo Odeia o Chris" debatem sobre racismo na internet - Novelando
  • Atores de “Todo Mundo Odeia o Chris” debatem sobre racismo na internet

    Atores de "Todo Mundo Odeia o Chris" debatem sobre racismo na internet



    Atores de "Todo Mundo Odeia o Chris" debatem sobre racismo na internet
    Atores de “Todo Mundo Odeia o Chris” debatem sobre racismo na internet

    Um tweet feito pelo ator Terry Crews, que interpretou Julius no seriado “Todo Mundo Odeia o Chris”, fez com que ele e Tyler James Williams (que viveu Chris na série) entrassem em um debate sobre racismo no Twitter.

    +“Gata em Fuga 2” é o filme do Cine Espetacular desta terça (9)
    +Netflix lança trailer da 2ª temporada de “Coisa Mais Linda”
    +“Treinando o Papai” é filme da Sessão da Tarde desta terça (9)

    “Derrotar a supremacia branca sem gente branca cria a supremacia negra. Igualdade é a verdade. Goste disso ou não, estamos nisso juntos”, comentou Crews em um tweet postado no último domingo (7).

    Williams compartilhou a mensagem e comentou: “Terry, meu irmão, eu conheço o seu coração e você sabe que eu te amo e sempre te amarei. Ninguém está pedindo por supremacia branca e a narrativa de que estamos fazendo isso fere a nossa causa e a do nosso povo. Nós estamos vigorosamente vetando os nossos “aliados” porque de tempos em tempos eles falharam conosco no passado”.

    “Nosso povo está cansado de pessoas brancas que se fazem de “antirracistas” enquanto se beneficiam de um sistema claramente racista. Nos não estamos tentando fazer tudo isso sozinhos. Nos SABEMOS que não podemos. Mas nos recusamos a ter aliados que não vão longe”.

    Terry então respondeu ao amigo: “Eu entendo, Tyler. Não estou dizendo que a supremacia negra exista, porque ela não existe. Estou dizendo que se brancos e negros não seguirem trabalhando juntos, más atitudes e ressentimentos podem criar uma perigosa justiça própria”.

    Tyler então compartilhou um print mostrando como a sua mensagem acabou sendo mal interpretada. “Minha preocupação não é a sua mensagem para os negros, mas para as todas as outras (…). Sua plataforma é grande, cara. Eu sempre vou ser um fã da sua vitória. Mas junto de todo esse crescimento e diversidade vem também uma grande carga de responsabilidade para lembrar que cada palavra que dizemos pode ser usada para ajudar ou ferir o movimento”.

    arrow