Cecil Thiré. Foto: Divulgação

Filho da atriz Tônia Carrero e pai dos atores Miguel e Luísa Thiré , o ator lutava contra a doença do mal de Parkinson. Cecil morreu de causas naturais nesta sexta-feira, 9 de outubro , em sua casa no Rio de Janeiro

+ Honda SH 300i fica até R$ 3.600 mais barata e com um ano de seguro gratuito
+ Seis regiões do estado de São Paulo passam para a fase verde
+ Cruzeiro entra na zona do rebaixamento da Série B após perder para o Sampaio Corrêa no Mineirão

Cecil estreou na carreira artística aos 17 anos. Começou no cinema como assistente de Ruy Guerra, fez espetáculos no teatro e se destacou na televisão com personagens marcantes como os vilões Adalberto Vasconcelos na novela A Próxima Vítima, de 1995, e Mário Liberato, em Roda de Fogo, de 1986, e o divertido Alex Kundera em Top Model, de 1989.

Além de filmes e minisséries, ele foi diretor de programas de humor como Viva o Gordo, estrelado por Jô Soares, e importantes peças de teatro. Pai dos atores Miguel e Luísa Thiré, o carioca deixa outro dois filhos e sete netos.

A informação foi divulgada pela colunista Patrícia Kogut. O artista estava há um bom tempo afastado da TV por conta do mal de Parkinson.