André Azeredo, apresentador da Record, postou um vídeo hoje no Instagram esclarecendo porque não está mais à frente do São Paulo no Ar. Segundo o jornalista, a decisão foi conjunta com a direção do programa e ele aprovou o teste por questões de audiência.

• Carolina Ferraz se atrapalha e “mata” diretor Nilton Travesso, que está vivo

• Homem leva cavalo a caixa eletrônico e mostra como o brasileiro é de boas

“Esse é um vídeo de esclarecimento. Não fui afastado do SP no Ar, a direção e eu chegamos a uma conclusão que o teste deveria ser feito por questões de audiência. É um teste, eu concordei em estar fora”, declarou André.

O apresentador ainda rebateu acusações de que sua saída da apresentação tivesse relação com problemas com drogas. Ele não identificou quem foi o responsável por divulgar as notícias, mas garantiu que vai à Justiça.

“Sobre acusações de problemas pessoais, para o ‘afastamento’ não correspondem à verdade, estou falando sério, não estou mentido. [Para] O rapaz que me acusou de ter sido removido da apresentação por uso de drogas, você vai responder criminal e civilmente por isso, cara. Você é novo, não precisava ter feito isso, mas você fez, foi irresponsável e vai responder por isso, lamentavelmente.”

Segundo informações do colunista, Flávio Ricco, nos bastidores da emissora, os comentários é que André foi afastado de sua função no telejornal principalmente por atrasos.

Veja o post: